quinta-feira, 7 de julho de 2016

#livro - Boy's Love

   "Boy's Love em quadrinhos" é um livro yaoi, ou seja histórias de origem japonesa sobre rapazes gays. Diria mais, não se trata apenas de relatar diferentes formas de desejo, é também uma transgressão as normas de gênero, pois vários personagens tem características femininas ou que misturam o masculino e o feminino.
   É o meu quarto livro desta editora (Draco) nesta temática (Confira os outros títulos que eu li esta ano aqui) os outros eram de contos. Meus parabéns a editora que apostou em um tema pouco comum aqui e produzido em língua portuguesa e que ainda proporcionou um material de qualidade, com projeto gráfico bem interessante.
   Bom, este exemplar em quadrinho contem seis histórias independentes, sobre relacionamentos homoafetivos em alguma instância possível, são então 12 autores que trabalharam para fazer os roteiros e a arte gráfica.
O que tem de muito diferente das 'histórias ocidentais' é o misticismo, o mistério, o suspense e a sensibilidade com qual a história é tratada.
   Uma breve descrição de cada história:
  1. O mar - o envolvimento entre uma entidade espiritual e um ser humano é colocado com uma naturalidade ímpar. Ainda há uma quebra enorme de paradigma entre sexo, gênero e capacidades reprodutivas;
  2. Jimmy Zero form outer space - com certeza a mais engraçada de todas. Um grupo de jovens universitários em uma festa encontram um alienígena estudante de antropologia humana. Claro que há um envolvimento e um ghosting ocasionado pela necessidade da volta do ser extraterreno;
  3. Sincronicidade - um adolescente que não gosta de sair de casa é apoiado por um ser misterioso que entra em seu quarto. Apesar das formas femininas deste novo amigo, trata-se de uma figura masculina.
  4. Quemado, NM - Única história com personagem negro. Remonta um amor impossível, entre este jovem negro e outro branco, as histórias de fuga e a perseguição sofrida. O final bem surpreendente;
  5. Anéis de saturno - fofa história sobre dois caras que estão ficando e se veem embarcados pelo amor. Inseguranças e o começo de um relacionamento são termas marcantes;
  6. Barganha - Outra história com personagens míticos: um elfo e um limnátide (achei que era o espírito do lago, mas depois descobri que era uma maldição). Na necessidade de trocar favores, o elfo precisa curar sua irmã doente e o limnátide quebrar sua maldição, eles se enroscam num romance.
   Ao final do livro encontra-se uma pequena biografia dos autores. Com certeza é um livro para se ler em uma pequena viagem de metro, são apenas 125 páginas e como são muito bem ilustradas, vão muito rápido.



10 comentários:

  1. Interessante! As representações de género no sudeste asiático+ Japão são bem diferentes das nossas, ocidentais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante pensar que as representações de gênero mudam sob diversas variáveis não só como local, mas também como tempo, geração, etc. As japonesas no entanto chegam a desequilibrar nossas certezas.
      Abraços.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Vale muito a pena, se quiser conferir os outros títulos da série todos iniciam-se com "Boy's love" e vai mudando os subtítulos e acredito que este seja o único em quadrinhos.
      Abraços.

      Excluir
  3. Eu tenho mangas há bastante tempo. Leio BL em sites, uma vez que aqui em Portugal, também é dificil de encontrar lojas, mesmo as especializadas, a conterem este tipo de novelas. Gosto bastante quando saem nas versões não censuradas, mas no geral, as histórias são sempre muito boas, típicas para fãs do género! ^^

    Espero que essa série saia cá em Portugal. ler BL em português, omg, ia ser tão bom! Fiquei curioso para ler! :D

    Quanto a mangas BL só tenho uma, oferta de uma amiga. Chama-se "Thunderbolt Boys". Conheces?

    Abreijos :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me impressionei quando vi dois títulos de BL em uma feira de livros ano passado, e de novo em outra feira para crianças e adolescentes este ano. Mas acho que é uma iniciativa quase que singular quando se trata de livros impressos.
      Espero que saia por aí em Portugal. E não conheço o Thunderbolt boys, vou tentar encontrá-lo por aqui.
      Abraços.

      Excluir
  4. Legal! Não me interesso muito em mangas, mas este me interessei. Uma vez quando viajei para o Japão entrei em um dos prédios de mangas e tinha uma seção inteira só com o tema LGBT, pena que estava tudo em japonês e não entendia nada... Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu também nunca tive paciência para ler quadrinhos. Este é em formato de livro e como já conhecia a iniciativa da coleção não me aguentei e adquiri. Não me arrependi nem um pouco, pois os desenhos retratam muito como o gênero é visto sob diversas óticas.
      Abraços.

      Excluir
  5. Achei a resenha, e portanto dica, muito interessante... sou fã de quadrinhos mas nunca fui fã de mangás, que causaram furor na década de 80 quando foram "descobertos" pelos paulistanos, vi muita gente aprendendo japonês só para poder ler! Ja entrei na livraria da folha e comprei! saiu por 32 reais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah meo deos, minha alma bibliotecária (sim, eu fui bibliotecário profissional por dez ano, até mergulhar na sala de aula) se sacudiu agora, fiz alguém adquirir um livro que li e indiquei. Depois nos conte o que achou. E dica, esta editora tem vários livros YAOI (tradução livre: histórias gays japonesas) e sempre está nestas feiras de livros com bons descontos.
      Abraços.

      Excluir

Agradeço muito a sua participação! Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...